24 de out de 2017

A Fonte

Comprei uma fonte para as gatas.

Clara Francesca olhou com medo.

Benta, a estranha, estranhou o barulho do motor.

Mel, a experiente, nem ligou, foi direto tomar água fresca.

Atualmente, todas tomam água da fonte, mas a Mel continua a mais desinibida e foi muito bom para ela, está tomando mais água!

25 de ago de 2017

INTERNET!

Pois é...sem a tal da Internet eu não me comunicaria no espaço virtual e, finalmente, troquei de provedor. Vamos se agora, consigo postar. O provedor antigo estava pior do que internet discada e...isso não é uma piada!
Para aquecer os motores, vai fotinhos do fim do inverno (que nem foi tão forte assim, este ano)

Clara Francesca, tirando seu ronquinho

Mel, na sua, e Benta, tentando se encostar.

Benta: ai, sai, a velhinha vai se assustar com tanto paparazzi!

24 de jun de 2017

Sol no inverno: sol o ano inteiro

Já são 10 meses que estou neste apartamento. Uma das vantagens é que bate sol o ano inteiro. As gatas adoram! 

Mel derretendo na poltrona

Alguém conhece esta pata?

Aham, Benta e sua amada pata que ela implica sempre, principalmente quando está tomando sol

Clara toma seu sol matinal e já aproveita para bisbilhotar a vida da vizinhança
É sempre o sol da manhã e vejo amanheceres maravilhosos! Dia destes vou postar as fotos. As coisas vão melhorando por aqui.
Saudades de vocês!
Cris

25 de abr de 2017

Ensaiando uma volta

A internet ainda está ruim, mas voltei a trabalhar, em base regular, e quando entrar o primeiro salário vou contratar uma empresa melhor.
Resumo da ópera: quase há uns 2 anos atrás, estava exausta da vida acadêmica, não dos alunos (a melhor parte junto com a pesquisa que amo), mas das fofocas, dos complôs, da política e quando a coisa ficou demais simplesmente saí, me exonerei. 
Doida, louca, insana. 
Tinha umas economias e, em Porto Alegre, sempre tem trabalho para intérprete de língua de sinais. Resultado? O melhor período sabático enjambrado que uma pessoa pode ter! Não me arrependi.
Descansei, me organizei bastante, sabe aquelas coisas que a gente nunca consegue? Arrumar as fotos do computador, as pastas e eu, particularmente, minha biblioteca virtual (incontáveis artigos), pois é, praticamente arrumados e prontos para se desarrumarem de novo, assim é a vida. Curti muito as gatas. Troquei de apartamento, fui para um menor, mais aconchegante, com uma vista linda e...mais barato. 
Só que chega um momento em que este ciclo também fecha e como não sou rica e acho que ainda tenho uma contribuição a fazer em minha área, abriu um concurso, fiz, passei, fui nomeada e assumi.
Então, estive mais no Facebook (que, supostamente, não consumiria minha franquia de Internet) e, confesso, vicia, mas não gosto muito. Quis apagar várias vezes, mas vou ter que ficar com o perfil, pois tem uma comunidade do curso que dou aula e algumas utilidades. Então o negócio é mudar de perspectiva. Um uso mais pragmático, mais prático, mais utilitário mesmo.
Aos poucos, mesmo que mais espaçado, vou tentando voltar.
Para matar as saudades, fotos recentes das minhas filhotas.

Mel me deu um susto, recentemente, teve crise renal, mas se recuperou.

Benta, como sempre, fazendo arte, inquieta

Clara Francesca tirando seu sono de beleza

Buscando refúgio no Buda, claro!